Segunda-feira, 30 de Abril de 2007
O Senhor Táxista

Ontem apanhei um táxi o que é raro e caro na capital deste país.

Depois de entrar e dizer o local que queria ir o mais depressa possível, olho para o homem e deu-me logo vontade de rir.

Bem o homem era um pintas mas dos mais típicos desta cidade.

Camisinha aberta até ao umbigo bem avantajado e a pelugem a sair dela espetando o cordão de ouro como não podia deixar de ser. Nem queria acreditar que ainda havia destas aves raras.

O bigode bem farfalhudo e o seu sotaque Nortenho dava-lhe o toque delicioso.

Olhando para mim e com um sorriso começou logo a falar do último jogo da semana, assunto que eu bem dispensava porque é que todos os homens gostam tanto de falar de bola? Pensei logo se me estava a tornar mulher, odeio falar de futebol!

A conversa era muito agitada da parte dele com uns coxos, paneleiros, chulos, e miseráveis pelo meio eu limitava-me a uns um, umm, ha , pois pois mais parecia uma conversa entre um Português e um Mongol.

A dado momento e com uma travagem brusca só oiço: “seu filha da puta tira essa merda daí que eu quero passar” bem nem queria acreditar no que ouvia, eu corei até às orelhas, não é que eu não seja homem e mande algumas bojardas, mas tenham dó de mim era demais.

Mais meia dúzia de palavrões e seguimos viagem. A dada altura olho discretamente para a identificação do Senhor mesmo por baixo de um cãozinho daqueles que abanam a cabeça e leio: Joaquim Manel Figueiredo, profissional da Antral, sim senhor que grande profissional, pensei eu.

Mais uma mudança metida é quando eu vejo ele a ajeitar o anel à mafioso no seu dedo mindinho, em que se podia ler as iniciais JF e a unha bem grande, é mesmo nesse momento que vejo ele a palitar os dentes com ela e seguidamente a tirar a cera do ouvido que mais dava para encerar todo o chão da minha sala de jantar. Ainda por cima soltava-a para o banco do lado num golpe já tecnicamente apurado, o que vale é que eu ia no banco de trás. Parámos onde eu queria finalmente e despedi-me com uma simples frase: “Tenha uma boa tarde para o senhor porque eu já tive a minha.”

É assim os pintas de Portugal.

Ass: Felino


sinto-me:

publicado por FELINO às 07:54
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
|

Sexta-feira, 27 de Abril de 2007
O Silva de fato treino

A pedido de muita gente aqui está escrita minha e de uma matéria que gosto muito, os pintas de Portugal.

 

 

É Sábado e o Sr. Silva vai até ao café.

Como é Sábado convém vestir uma roupinha mais desportiva.

O seu fato de treino roxo comprado na feira mais próxima é o ideal. A meia banca, para condizer com a risca da manga e como não tem ténis nada melhor do que o seu sapatinho de verniz bicudo.

O cabelo cheio de brilhantina cintilante e a pulseira de ouro com a medalhinha da nossa Senhora de Fátima dá o seu toque de macho latino. E lá vai ele com o seu andar gingão até à esquina. Chegado ao café pede uma mini como era habitual. Diz ele que é para matar o bicho. Mirando a vizinha do quinto andar o seu pensamento aquelas frases: És boa como ó milho, fazia-te, cozia-te enfim os seus pensamentos mais carnívoros dão asas à sua imaginação. Ela respeitosamente lha para ele com um sorriso crítico, cumprimenta-o.

Despois de dar dois arrotos e falar um pouco de futebol e do seu clube preferido sai para ir ter com os amigos à tasca mais próxima para dois dedos de conversa sobre o seu tema preferido, o futebol.

Mais uma mini e para abrir o apetite para o almoço vai um bagaço que cai sempre bem. É desafiado para uma suecada e como bem jogador as minis sucedem-se até à hora do almoço.

Já em casa, assim que entra grita à mulher se o almoço já está feito, sentando-se no sofá e abrindo o jornal “record” comprado há minutos.

Com o cozidinho à Portuguesa e a sua litrada de tinto já na barriga que mais parece uma barriga de grávida de oito meses, é hora da sesta para descansar a manhã árdua e agitada. É assim os pintas de Portugal.

Felino



publicado por FELINO às 23:51
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

Quinta-feira, 26 de Abril de 2007
Ciúmes
O amor é sobretudo não querer fazer mal ao outro. Se um tem ciúmes, o outro tem de convencê-lo a não os ter. Numa relação de amor, é importante afirmá-lo. Dizer claramente: “Não quero que vás para a cama com outra pessoa. Se o fizeres, abrir-se-á em mim uma ferida.” O ciúme existe em todos os seres vivos. (Francesco Alberoni)


publicado por FELINO às 12:13
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

Terça-feira, 24 de Abril de 2007
As Bolinhas de Neve
Quem não se lembra de sairmos da escola a correr, para o Quiosque mais próximo com a moeda de cinquenta centavos na mão. Sim a moeda que no fim semana ganhamos dos nossos pais por termos lavado a loiça. Cansados chegamos ao Quiosque e lá estavam elas dentro de um frasco de vidro, enroladinhas em papel solofane vermelho. As Bolas de Neve, e com os cinquenta centavos vínhamos com os bolsos cheios delas. Quando ponhamos um desses rebuçados na boca, aquele doce caramelado branco invadia-nos a alma com uma sensação tão boa... Depois lá tínhamos com muito custo ceder um ou dois aos cravas dos nossos amigos e com muito custo, davamos-lhes, sempre a pensar lá vai mais um... Pois é, no outro dia entrei numa papelaria e lá estavam elas dentro de um frasco a sorrirem para mim, ou melhor eu é que lhes fiz um sorriso de orelha a orelha e não fui capaz de lhes resistir. Tive que comprar um euro delas. Um euro, duzentos escudos e já os bolsos vieram meio cheios. Rapidamente desembrulhei o rebuçado e quando opôs na boca veio aquela sensação de novo, a doce caramelado. Que bom. Como é que um simples rebuçado nos pode trazer tantas recordações de infância, tanto sabor bom de uma infância que por vezes foi tão amarga. Felino


publicado por FELINO às 08:44
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

Segunda-feira, 23 de Abril de 2007
KOKIXA
Sim este post é para ti. Apesar de tudo o que aconteceu, soube que estavas doente. Por isso resolvi criar este post em tua homenagem já que não sei se lês-te o meu comentário. Quero-te desejar as melhoras e que fiques recuperada o mais rápido possível. Sei que estás fula comigo mas só te posso pedir desculpas por tudo. Tens que ter força e recuperar junto dos que te são queridos e sei que tens muita gente que só te quer ver rápidamente recuperada. Tens uma exelente mãe que vai-te dando muitos beijinhos e miminhos que tu bem os mereces. Luta não desistas isso não, sei que tens muitas forças escondidas que agora vão ser precisas. Quero-me despedir com um grande beijinho para ti e em paz e pensa que apesar de não achares há sempre um amigo aqui. beijinhos e força Ass: Felino

sinto-me:

publicado por FELINO às 09:01
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

mais sobre mim
Estão por aqui
online
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

14
16
18

20
22
24
26

27
28
29
30
31


Vieram a aqui
links
pesquisar
 
posts recentes

De Partida ...

A paixão e o amor

Quando alguém está apaixo...

É completamente estúpido ...

Não se ama

arquivos

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Fui nomeado


Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us
tags

todas as tags

eXTReMe Tracker
blogs SAPO
subscrever feeds